Lençois, a história:

A cidade de Lençóis surgiu em meados do século XIX com a descoberta de muitas jazidas de diamantes na região da cidade de Mucugê.

A tradição oral, levantada não se sabe por quem, dá conta de que, por volta de 1844  um personagem, de existência não confirmada, chamado Casusa Prado e o seu escravo teriam vindo do Mucugê para descobrirem diamantes.

Segundo o relato, o escravo extraiu muitas gemas e seu senhor mandou o pagem vendê-las em Chapada Velha. Ali, o homem foi preso sob a alegação de ser um ladrão de estrada (é razoável supor que foi torturado para revelar a origem das lavras).

No entanto, a notícia teria disparado uma “corrida do diamante” rumo a esta Lavra nova. Desse modo, diz-se que quem chegasse por último poderia ver, de cima da serra, os tetos das barracas estendidas lá em baixo, como se fora uma cidade de lençóis. A notícia da descoberta propagou-se e para a localidade onde seria Lençóis afluíram logo aventureiros de toda a parte da Província (atual estado da Bahia): seja gente de condições baixas, seja gente de linhagem e de grandes recursos, inclusive numerosa escravatura, mas todos com o mesmo ideal.

Lençois, o que fazer por lá?

Lençois é uma ótima cidade para se acomodar, comer e beber. Mas, as atrações principais ficam por conta de cachoeira da fumaça, morro do pai Inácio e a consagrada chapada diamantina.

1-Cachoeira da fumaça:

cachoeira da Fumaça é uma cachoeira brasileira localizada no município de Palmeiras, no estado da Bahia. A queda d’água está incrustada na Chapada Diamantina, dentro do conhecido Parque Nacional da Chapada Diamantina e possui 380 metros de altura, sendo a maior do Brasil, após medição realizada em 2018.

Acreditava-se que fosse menor apenas que a Cachoeira do El Dorado, no Amazonas. Recebeu esse nome porque pela altura da queda, a água evapora-se, formando um panorama visual como se fosse fumaça. Entretanto, dependendo da estação, pode estar completamente seca.

Existe uma trilha saindo de Lençóis com duração de três dias, pela qual se é possível visitar o poço onde cai a cachoeira, essa mesma trilha passa pelo topo da cachoeira, antes de chegar ao Vale do Capão, um vilarejo da Chapada Diamantina que pertence ao município de Palmeiras. É altamente desaconselhável entrar nessa trilha sem o acompanhamento de um guia.

Esta youtuber conta sua experiência com a cahoeira da fumaça

2-Morro do pai Inácio

A imponente imagem do Morro do Pai Inácio toma conta do cenário da Chapada Diamantina. Do alto, é possível apreciar a imensidão e beleza da região. Um dos passeios mais procurados de toda a Chapada, o Pai Inácio é visita imperdível, especialmente ao pôr do sol, quando o tom de dourado da luz dá belos contornos às rochas e torna tudo ainda mais impressionante.

A subida do Morro do Pai Inácio não é das mais difíceis, mas exige um pouco de fôlego e disposição para transpor os 500 metros da trilha que leva ao topo. Faça algumas paradas para fotos, observe os morros do Camelo e os Três Irmãos e, ao chegar no alto, permita-se emocionar com o grandioso cenário. Serão menos de vinte minutos de subida. Ao andar pelas pedras no topo do Pai Inácio, não deixe de reparar nas formas desenhadas pela água entre as rochas. Com sorte (e algumas dicas do guia) você encontrará o coração que é símbolo desse lugar. Uma linda locação para aquele retrato romântico.

A visita ao Pai Inácio pode acontecer durante todo o dia, mas o ideal é subir próximo ao horário do pôr do sol (o horário limite para subida é até 17h). Percorra todo o topo do morro, visite o cruzeiro que marca uma das pontas e depois siga para o lado onde o sol se põe. É daqueles momentos em que tudo o que desejamos é que não acabe nunca.

Esta outra Youtuber mostra sua experiência no morro

3- Mucugê

Mucugê é uma cidadezinha simples, e ao seu redor existem várias atrações turísticas, seja dentro do próprio município, seja em outros municípios da Chapada Diamantina.

Destinos como Igatu, Projeto Sempre Viva, cachoeiras dos Funis e das Andorinhas, Poço Azul, Poço Encantado e até mesmo o Vale do Pati e as cachoeiras mais afastadas Fumacinha e Buracão podem ser alcançadas em um bate-volta a partir de Mucugê.

Lençois
Exemplo: Poço azul em Mucugê

Eai? Vai ficar de fora? Faça as malas e se joga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *